Tratamento da insônia


Uma mudança nos hábitos de sono e tratar as causas subjacentes da insônia, como condições médicas ou medicamentos, pode restaurar um padrão de sono saudável em muitos pacientes.

Se essas medidas não funcionarem, o médico pode recomendar medicamentos para ajudar com o relaxamento e na readequação do sono. Mas a medida mais eficaz a longo prazo é a terapia cognitivo comportamental para insônia, em que o indivíduo é condicionado a mudar a forma de pensar e agir em relação à insônia. Essa terapia deve ser orientada por um psicólogo especializado nessa área.

Somente um médico pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique.

Não interrompa o uso de medicamento sem consultar um médico antes, e se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções da bula.

Convivendo/Prognóstico

Não importa qual a sua idade, tenha sempre em mente que insônia tem solução. A chave para tratar o distúrbio encontra-se justamente em adequações em sua rotina durante o dia e quando você vai para a cama.

Bons hábitos de sono ajudam a restabelecer o sono saudável. Confira as dicas básicas:

Exercite-se e permaneça ativo: a atividade física ajuda a promover uma boa noite de sono.

Verifique seus medicamentos: se você toma medicamentos regularmente, verifique com seu médico para ver se eles podem estar contribuindo para a insônia.

Pondere a cafeína: verifique os rótulos de produtos de venda livre para conferir se eles contêm cafeína ou outros estimulantes.

Evite cochilos durante o dia: sonecas distribuídas ao longo do dia podem dificultar na hora de adormecer à noite. Se for tirar um cochilo, certifique-se de este não passará de aproximadamente 30 minutos e não ocorrerá após as três horas da tarde.

Evite ou limite o consumo de álcool e nicotina: essas substâncias são estimulantes e podem tornar o adormecer mais difícil.

Esteja confortável: se estiver sentindo dores, procure fazer uso de analgésico, pois estar confortável e relaxado é imprescindível para uma boa noite de sono.

Regularize seu relógio biológico: estabeleça um horário para dormir e acordar preocupando-se sempre na quantidade de horas dormidas.

Hora de dormir

Evite grandes refeições e bebidas antes de dormir;

Evite televisão no quarto, usar computadores, videogames, smartphones ou outras telas antes de dormir, pois a luz pode interferir no ciclo de sono;

Torne seu quarto um ambiente confortável e próprio para sono: feche a porta, apague as luzes, mantenha a temperatura agradável e deite-se confortavelmente;

Esconda os relógios do quarto para não ficar tão preocupado com o horário;

O mais importante: relaxe. Um banho morno, músicas suaves e exercícios de relaxamento podem ajudar;

Complicações possíveis

O sono é tão importante para a saúde quanto uma dieta saudável e exercícios físicos regulares. Seja qual for o motivo para a perda de sono, a insônia pode afetar e prejudicar a saúde física e mental.

Pessoas com insônia possuem baixa qualidade de vida em comparação às pessoas que dormem bem. Complicações da insônia podem incluir:

Menor desempenho no trabalho ou nos estudos;

Tempo de reação e reflexo mais lento, acompanhado de maior risco de acidentes;

Problemas psiquiátricos, como depressão ou transtorno de ansiedade;

Excesso de peso ou obesidade;

Irritabilidade;

Aumento do risco de adquirir doenças de longo prazo,como hipertensão, doenças cardíacas e diabetes;

Abuso de substâncias como cigarro, álcool, cafeína e outras drogas.

A insônia tem cura?

Quando se tem bons hábitos de sono, qualquer pessoa é perfeitamente capaz de dormir bem, tranquila e adequadamente. Consulte um médico se tiver insônia crônica.

É importante ter em mente que pessoas têm necessidades de sono diferentes. Algumas ficam bem com apenas 4 horas de sono por noite, enquanto outras só rendem bem se tiverem de 10 a 11 horas. A média, no entanto, costuma ser de 6 a 8 horas de sono diariamente.

As necessidades de sono também mudam de acordo com a idade. É importante ouvir os sinais de sono do corpo e não tentar dormir mais ou menos do que é revigorante pra você.

Prevenção

Manter bons hábitos de sono é o principal e único meio de se evitar a insônia. Alguns fatores desencadeadores do distúrbio, como eventos estressantes e traumáticos, no entanto, não podem ser evitados.

Em todo caso, consulte um especialista do sono para aprender a lidar com a manutenção do sono.

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo