Algum distúrbio do sono pode predispor a doenças neurodegenerativas?

O transtorno comportamental do sono REM (TCSRem) é um transtorno clínico no qual o tônus muscular não é inibido durante o sono REM e o indivíduo apresenta a vivência motora do sonho (sonhos vívidos). Por conta disso, podem ocorrer ferimentos e acidentes por conta do paciente interpretar o conteúdo dos sonhos. Pode também apresentar comportamento violento. O conteúdo dos sonhos é normalmente cheio de ação, violento e desagradavel, em que o indivíduo é confrontado, atacado ou perseguido por pessoas desconhecidas ou animais. Ao final de um episódio ele pode despertar-se rapidamente, tornar-se alerta e relatar o sonho com uma história coerente.

Pode também haver comportamentos motores não violentos: falando (dando palestras), rindo, cantando, chorando.

Está geralmente de olhos fechados, e esses comportamentos ocorrem na segunda metade da noite, onde há maior predomínio de sono REM.

Para o diagnóstico é importante realizar a vídeo polissonografia documentando o comportamento motor anormal ou sono REM sem atonia.

Carlos Schenck observou em 1996 que 38% dos pacientes com TRSRem desenvolveram demência e/ou parkinsonismo. Em 2003 ele chegou a um número de 65% dos pacientes da série inicial.

O intervalo médio para desenvolver essas doenças é de 14 anos.

Outro trabalho mostrou que 158 pacientes com Doença de Parkinson recém diagnosticados foram submetidos a vídeo polissonografia. 25% deles tinham DCS Rem e 51% deles tinham sono REM sem atonia.

A associação do TCS Rem com demência e/ou parkinsonismo está clara, sendo esta parassonia um marcador precoce da doença. O diagnóstico necessita de vídeo polissonografia. E é importante que o mesmo seja feito, pois através dele, no futuro, pode-se instituir um tratamento precoce neuroprotetor das doenças neurodegenerativas.

FONTE:

Chronic Behavioral Disorders of Human

REM Sleep: a new category of Parasomnia.

Carlos H. Schenck, et al (1996)

Rapid Eye Movement Sleep Behavioral Events: A New Marker for Neurodegeneration in Early Parkinson Disease?

Friederike Sixel-Doring, MD; Elle Trautmann, PhD; Bnt Mollenhauer, MD; Claudia Trenkwalder, MD;

Delayed emergence of a parkisonian disorder or dementia in 81% of older men initially diagnosed with idiopathic rapid eye movement sleep behavior disorder: a 16-year update on a previously reported series

Carlos H. Schenck. Bradley F. Boeve, Mark W. Mahowald

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo